;

quarta-feira, 17 de junho de 2009

I maratona de Aguiar

Após o dia antes desta maratona ter sido a inauguração oficial da sede do SDT, foi altura de ir queimar alguns excessos cometidos na noite anterior, e nada melhor do que ir pedalar, na primeira maratona de Aguiar, onde o SDT se apresentou com o Carlos Birlo, João Marques, Jorge Silva, Pedro Guerra, Carlos Merino, João Garcia e como continuamos aumentar o nosso números de elementos, tivemos a estreia de mais uma futuro SDT, o Sérgio Coelho. O Gonçalo Velez do CCE também nos fez companhia, bem como a Lúcia e a tirar as fotos da praxe.

A partida fora feita perto das 7:00 da matina do café o Telheiro, em direcção há aldeia onde não se pode perguntar as horas.
Há chegada foi tempo do habitual levantamento dos dorsais com rápidez e organização, e que no habitual saco trazia uma t-shirt, uma caneta, uma barrita e mais uns papéis de PUB e historial da aldeia.

Após todos devidamente equipados e preparados dentro das condições físicas possíveis de cada um, dirigíamos para a manga de partida, que seria entre a entrada de uma rua paralela a rua principal e bastante estreita, o que se tornou algo afunilada, mas onde o SDT conseguiu partir praticamente na frente, e evitado maiores confusões.

Á partida existia três percursos 25km, 45km e 80km, e qualquer um já esperávamos ser muito rolante pelas altimetrias apresentadas inicialmente no site da organização, e rapidamente com o passar dos quilómetros e as medias da velocidade serem altíssimas eram sinal disso mesmo.
Nos primeiros kms passagem por um single trak, onde toda a paisagem fora tipicamente alentejana, bem como grande quantidades de areia e muitos regos das chuvas. Perto dos 30km é que apareceram umas subidas ao qual pertencia ambos os percursos de 45km e 80km. Na questão dos abastecimentos estivam bem e conte baste, igualmente nas marcações/sinalizações estiveram impecáveis.

Nesta primeira maratona contou com cerca de 300 participantes divididos pelos três percursos.

Classificação do pessoal do SDT que participou no percurso dos 45km
10º S. Coelho (1h:43m:49s); 22º C. Bilro (1h51m:40s); 31º J. Marques (1h:54m:16s); 32º J. Silva (1:h55m:01); 49º J. Garcia (1h:59m:57s); 67º P. Guerra (2h:04m:50s)

Classificação do pessoal do SDT que participou no percurso dos 80km
7º C. Merino (2h:46m:42s)

Após a chegada do pessoal SDT todo e a garganta molhada com algumas minis na zona de chegada, foi altura de um banho, de água morna e posteriormente o almoço que fora servido na junta de freguesia, e onde a refeição será feita pelo pessoal da terra e onde o menu era sardinhas assadas, salada, pão, algumas entradas e carne assada regado com imperial, vinho ou sumos, onde a festa há semelhança de outro qualquer almoço foi feita em redor da mesa da comitiva estremocense SDT que fizera a festa. Ainda houve um sorteio de alguns brindes, entre eles uma bike.
No final desta primeira maratona organizada pelo BTTAguiar, foi um balanço em todo os aspectos positivo onde a organização se esforçou para que tudo correr-se pelo melhor, e conseguiu, até porque o preço que se pagou pela maratona foi mais baixo do que é normal, e esteve bem melhor do que muitas em que temos vido a participar. Os nossos parabéns ao pessoal de Aguiar e para o ano lá estaremos novamente.

Fotos aqui


Ps- Afinal havia relógio em Aguiar….lol

terça-feira, 2 de junho de 2009

III Maratona de Elvas

Após o ano anterior esta maratona ter ficado marcada em quase todos os aspecto pela negativa, foi a vez de este ano o Ciclo Clube BTT de Elvas se juntar há Escola Secundaria Sancho II e criarem uma pereceria a fim de retirarem esta imagem negativa dada pelo anterior ano.
Como uma forte apelação do pessoal do BTT de Elvas, O SDT voltou a estar presente desta vez com o P. Guerra, C. Merino, J. Garcia, J. Silva, D. Cochicho e J. Júlio juntamente com cerca de 250 participantes. Esta foi a primeira aparição do novíssimo equipamento SDT em provas de competição. A partida foi pelas 7:00 da manha, onde o ponto de encontro foi o café Telheiro.
Após a cafezada lá partimos em direcção a Elvas, onde a chegada já lá estava o Pedro Guerra que já tinha levantado os nossos dorsais com os saquitos, onde o conteúdo era uma t-shirt, um frasco de ameixas típicas de Elvas e mais os habituais panfletos.

Após nos equiparmos devidamente e tirarmos algumas fotos da praxe onde desta vez a nossa fotografa foi a Vera Lúcia, e esposa do J. Silva ( Sacarrabos), lá fomos para a manga da partida, por sinal mesmo ao lado da escola, o que nos facilitou a partida dos lugares da frente.

As 9.00 lá foram dada a partida com o carro de polícia a percorrer perto de 6km por Elvas até há entrada da terra batida, onde rapidamente nos deu a ideia do percurso que iríamos pela frente. Com grandes descampados, pelo meio de muitas searas onde só os estradões as dividiam, com sobes e desce contínuos com um piso cheio de pedras solta, onde a temperatura rondava os 34ºgraus, e ia fazendo mossa no pessoal. Perto do km 20 veio a barragens do Caia, onde foram feitos alguns quilómetros em sua volta que sempre dava para refrescar psicologicamente, mas com a barragem também veio grandes quantidades de areia no seu piso, depois foi mais uma serie de sobes e desces até muito perto de Elvas, onde nos últimos kms eram sempre a subir até as muralhas e finalmente um decida pelas ruas de Elvas até há praça central onde era a meta.
Durante todo o percurso existiu sempre muito pessoal da organização espalhado pelo percurso, principalmente nas portadas do gado, o que sempre veio dando apoio, simpatia e companheirismos numa manha de muito calor, onde as marcações/sinalização estiveram sempre impecáveis, bem como as zonas de abastecimento onde agua era o que se mais se pedia.

À chegada ficou uma enorme força de vontade e esforço de todo o pessoal SDT onde o mais duro acabou por ser o calor abrasador que se fez sentir, e fica o destaque para o primeiro lugar alcançado pelo C. Merino com mais de 8 minutos para o segundo atleta.

Classificação dos 55km

1º C. Merino (2h:17m:18s); 26º J. Silva (2h:47m:43s); 53º P. Guerra (3h:12m:49s), 106º D. Cochicho (3h:42m:50s); J. Garcia foi obrigado a desistir a 1.5km da meta com problemas de saúde derivado ao calor que se fez sentir.

Classificação dos 80km

40º J. Júlio (4h16m:03s)

Após a chegada do pessoal tudo foi tempo de irmos novamente até há escola local onde fora a partida e onde já aguardava o J. Garcia derivado a problemas de desidratação por causa do dito calor e que o impossibilitou de concluir a prova. Nessa mesma escola seria os banhos/lavagem das bikes e almoço, banho esse que acabaram por ser de água fria para refrescar o pessoal.



O almoço foi self-service na cantina da escola há semelhança do anterior anos, mas onde desta vez a anterior feijoada do antepassado ano, foi trocada por carninha/peixe consoante o que o pessoal pediu na inscrição inicial, bem como bastante imperial fresquinha apara matar a sede, onde tivemos a companhia dos estremocenses Gambutas Team ( Jorge e Hugo), onde se restabeleceram os líquidos, as forças e os laços de amizade. Fica a excelente prestação/melhoramento por parte da nova organização bem como a simpatia e disponibilidade do pessoal, que nos fez esquecer a do ano passado demonstrando estar a grande nível e excelente caminho para continuarem com grande sucesso e apagarem de uma vez por todas a anterior maratona da memória dos que nela tinham participado.
Sobedesceteam@gmail.com
;